Dúvidas

Não! O nome “orfanato” foi disseminado na época das grandes secas, quando o Padre Cícero acabava criando de fato as crianças ou adolescentes órfãos trazidos pelos romeiros para Juazeiro do Norte. Hoje, o critério de atendimento é outro: a vulnerabilidade social e financeira.

Não! As atividades socioeducativas acontecem apenas no período da tarde, graças a instituições parceiras. Então, o público que é assistido pelo Orfanato Jesus Maria José fica no local somente durante o período da tarde, exceto quando tem algum evento especial em um contra turno.

O Orfanato atualmente se propõe a atender crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e financeira, mas sem encaminhá-los para adoção. Se você quer adotar uma criança, deve procurar a Vara de Infância e Juventude mais próxima e entrar com um pedido de adoção. A boa notícia é que esse procedimento é gratuito!

Você pode doar uma quantia financeira mensal, roupas ou livros (para que possamos realizar bazar beneficente) ou ainda ser voluntário! Clique na nossa aba “Seja Voluntário” e cadastre-se!