Estudantes do Orfanato Jesus Maria e José realizam apresentação cultural para público da terceira idade

Seria pouco antes das 14hrs, quando um grupo de crianças acompanhadas por uma equipe de formadoras do Orfanato Jesus Maria e José, seguiram para a estação metroviária Marquise Branca em direção ao Crato. Ao chegar lá teriam uma solene missão a cumprir: mostrar seus talentos musicais para um grupo de idosas residentes no Abrigo Jesus Maria e José.
O sol da tarde cearense não desafinou as vozes treinadas e bem ensaiadas das crianças. Quem garantiu a tonalidade afiada pelo esforço da garotada foi a Professora Maria Isabel Caldas Granjeiro, funcionária do SESC Unidade Patativa do Assaré em Juazeiro do Norte. “Nós ensaiamos por 3 meses essa apresentação. Trabalhamos com técnica vocal e formação de repertório diversificado que vai do folclórico ao popular”. Falou Maria Isabel.
O público já estava a postos quando se deram as primeiras notas ao som de Epo I Tai Tai E, música folclórica da Nova Zelândia que quer dizer “Eu sou feliz”. Esse sentimento permeou o espaço da apresentação, onde a cada música entoada pelos acordes do violão de Maria Isabel ressonavam nas finas vozes das crianças para o deleite dos ouvidos ali presentes.
Ao fim da audiência que ainda contou com cirandas e música sacra, as crianças presentearam seu público com rosas, seguida de mais música. Agradecimentos e depoimentos com estimas de alegria e renovação deram o tom final da apresentação que despertou emoções e sorrisos por cada nota tocada e cantada pelos corredores do Abrigo.

Por Rodolfo Santana.

Galeria